OMS Hipertensão: A corrida contra um assassino silencioso

Publicado por: Redação
21/09/2023 16:20:37
Exibições: 79
Cortesia Editorial Pixabay/iStock
Cortesia Editorial Pixabay/iStock

EXCLUSIVO

Hipertensão: A Assassina Silenciosa que Podemos Derrotar

 

A hipertensão é uma assassina silenciosa; um relatório da OMS concluiu que um em cada três adultos em todo o mundo – cerca de 1,3 mil milhões de pessoas – sofre de pressão arterial elevada, o que os coloca em risco de ataque cardíaco, acidentes vasculares cerebrais incapacitantes e morte prematura.

 

Aproximadamente 4 em cada 5 pessoas com hipertensão não são tratadas adequadamente, mas se os países conseguirem aumentar a cobertura, 76 milhões de mortes poderão ser evitadas entre 2023 e 2050.

 

A pressão arterial é medida em milímetros de mercúrio (mmHg) e é composta por duas leituras: a pressão arterial sistólica (quando o coração bate) e a pressão arterial diastólica (quando o coração está em tranquilidade entre os psicológicos). Os valores considerados normais são geralmente em torno de 120/80 mmHg.

 

A hipertensão pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo estilo de vida, dieta, genética e condições médicas subjacentes. Ela é frequentemente chamada de "assassina silenciosa" porque muitas vezes não apresenta sintomas óbvios, mas ainda assim pode causar danos muitos deles irreverssíveis.

 

Tratar e controlar a pressão arterial é fundamental para reduzir os riscos associados. Isso pode envolver mudanças no estilo de vida, como dieta balanceada, exercício regular, redução do consumo de sal e álcool, além de, em alguns casos, a necessidade de medicamentos prescritos.

 

A conscientização sobre a hipertensão e a promoção de hábitos de vida saudáveis ​​são passos essenciais para prevenir e controlar essa condição. A detecção precoce e o tratamento adequado podem fazer uma enorme diferença na saúde e na qualidade de vida das pessoas afetadas.

 

Você já parou para pensar na saúde do seu coração?

A hipertensão, conhecida como pressão alta, é uma ameaça silenciosa que afeta um em cada três adultos em todo o mundo, colocando milhões de vidas em risco. Compreender e enfrentar essa condição é um passo vital para uma vida mais saudável e longa.

 

O Risco Silencioso:
A hipertensão muitas vezes opera nas sombras, sem sintomas claros, mas seu impacto pode ser devastador. Ela sobrecarrega o coração e danifica os vasos sanguíneos, causando problemas como ataques cardíacos, derrames e danos aos órgãos específicos. No entanto, há esperança.

 

A Jornada para a Saúde Cardiovascular:

Consciência é a Primeira Linha de Defesa:
Informe-se sobre a pressão arterial ideal (geralmente em torno de 120/80 mmHg) e monitore regularmente. Conhecer seus números é crucial.

 

Estilo de Vida Sábio:
Adote uma dieta balanceada rica em fibras

 

Mexa-se:
Exercício tornou-se uma questão de vida ou morte

 

Moderação nos exageros:
Controle o consumo de álcool e evite o tabagismo. Ambos são fatores de risco significativos para a pressão arterial elevada e podem ter sérios impactos na saúde cardiovascular a longo prazo. Opte por alternativas mais saudáveis ​​e busque apoio se você estiver tentando abandonar esses hábitos.

 

Gerenciamento do Estresse:
Práticas como meditação, respiração profunda e atividades relaxantes podem ajudar a manter a calma e reduzir a pressão arterial.

 

Consulta Médica Regular:
Exames de rotina são essenciais para monitorar a pressão arterial e detectar qualquer sinal de alerta precocemente.

 

A Importância da Prevenção:
O combate à hipertensão é uma missão que todos devemos abraçar. Pequenas mudanças no estilo de vida podem fazer uma enorme diferença. Se cada um de nós assumir a responsabilidade pela própria saúde cardiovascular, podemos salvar milhões de vidas.

 

A hipertensão pode ser facilmente tratada com medicamentos genéricos seguros, amplamente disponíveis e de baixo custo, utilizando programas como o HEARTS . O pacote técnico HEARTS da OMS para a gestão das doenças cardiovasculares nos cuidados de saúde primários e a Directriz para o tratamento farmacológico da hipertensão em adultos fornecem medidas comprovadas e práticas para prestar cuidados eficazes à hipertensão nos ambientes de cuidados de saúde primários.

 

Lembre-se, a prevenção é o nosso escudo contra a hipertensão. Vamos juntos cuidar do nosso coração e viver com plenitude.

 

Na terça-feira, 19 de setembro, a OMS divulgará seu novo e assustador Relatório Global sobre Hipertensão

 

Artigo pensado, pesquisado e publicado por:

Mike Nelson

The Mobile Television Network

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados