TikTok torna público uma grande rede de desinformação russa

Publicado por: Redação
11/02/2023 10:08:25
Exibições: 96
Cortesia Editorial Pixabay
Cortesia Editorial Pixabay

O TikTok torna publico uma rede russa coordenada em grande escala para a distribuição de falsificações anti-ucranianas. Funcionou por vários meses.

 

“O TikTok descobriu uma rede de desinformação russa que espalhou propaganda de guerra sobre a Ucrânia para centenas de milhares de usuários europeus no verão”, diz Bloomberg .

 

Note-se que a rede operava no território da Rússia. No entanto, foi dirigido principalmente a pessoas na Alemanha, Itália e Grã-Bretanha. Os coordenadores criaram conteúdo nesses três idiomas.

 

“Cerca de 1.700 contas que faziam parte da rede conseguiram espalhar visões anti-ucranianas, fingindo ser páginas criadas por usuários locais”, afirma Bloomberg.

 

Entre julho e setembro do ano passado, essas contas falsas atraíram 133.564 seguidores. "

Não está claro se essa rede estava conectada ao governo russo", observaram os autores do artigo.

O TikTok enfatizou que todas as contas que faziam parte da rede para espalhar desinformação foram excluídas.

 

"O fato de que esta rede e as contas relacionadas foram rapidamente detectadas e removidas mostra os recursos significativos que dedicamos para proteger nossos usuários contra fraudes", disseram os desenvolvedores da rede social.

 

Lembramos que, no verão de 2022, a Federal Communications Commission (FCC) dos EUA  exigiu que o Google e a Apple removessem o aplicativo TikTok  das lojas online Google Play e App Store. As autoridades dos EUA têm evidências de transferências de dados pessoais para Pequim.

 

Além disso,  o TikTok foi removido da App Store russa . Anteriormente, 6.982 aplicativos para iPhone e iPad foram removidos do serviço.

 

A propósito, em março de 2022, a  rede social TikTok parou temporariamente de funcionar na Rússia  devido à lei sobre notícias "falsas" sobre as ações do exército russo na Ucrânia.

Com informações da Agência PRM UA

 

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados