Formigas conseguem farejar câncer em humanos (ainda melhor do que os cães) | TVFORTALEZA.com.br The Mobile Television Network

Um novo estudo descobriu que as formigas Formica fusca têm a capacidade de farejar células cancerígenas em humanos.   As formigas Formica fusca foram capazes de diferenciar células cancerígenas de células saudáveis em humanos, graças ao seu poderoso ol...

saúde, medicina, hospital, prevenção, câncer, formiga, pesquisar

Formigas conseguem farejar câncer em humanos (ainda melhor do que os cães)

Publicado por: Redação
22/03/2022 17:02:45
AfroBrazilian / Wikimedia
AfroBrazilian / Wikimedia

Um novo estudo descobriu que as formigas Formica fusca têm a capacidade de farejar células cancerígenas em humanos.

 

As formigas Formica fusca foram capazes de diferenciar células cancerígenas de células saudáveis em humanos, graças ao seu poderoso olfato. Segundo o Daily Mail, que noticia o feito, serão necessários mais testes clínicos antes de estes animais poderem ser utilizados em hospitais ou clínicas.

 

A equipe, que juntou cientistas de vários centros de investigação franceses, conseguiu treinar as formigas para detectar a doença. Até agora, esta tarefa era mais comum noutros animais, como os cães, mas sempre com uma desvantagem associada: o facto de demorar muito tempo a treinar um único cão.

 

Com as formigas, este problema é eliminado, dado que aprendem muito mais rapidamente.

 

Além de terem detetado o cancer, os autores deste estudo, que acaba de ser publicado na iScience, também conseguiram distinguir entre dois tipos diferentes de tumor mamário. Este é o reflexo de um grande avanço na Ciência, que permitirá um diagnóstico rápido, eficaz e minimamente invasivo para os pacientes.

 

Diagnóstico em alguns minutos

Para este estudo, foram utilizadas formigas da espécie Formica fusca, que são animais bastante fáceis de encontrar. Em laboratório, os cientistas colocaram duas culturas de células numa placa de Petri: uma com células saudáveis e outra com células cancerígenas, acompanhadas de uma recompensa açucarada.

 

Como os insetos foram expostos às duas opções, encontraram a recompensa cada vez mais rapidamente. A dada altura, deixou até de ser necessária.

 

As formigas dirigiam-se diretamente para as células tumorais porque tinham aprendido a reconhecê-las através do cheiro dos compostos orgânicos voláteis.

 

O processo foi repetido, mas com dois tipos diferentes de cancro da mama. Mais uma vez, as formigas aprenderam a visar a que normalmente tinha a recompensa, graças ao facto de cada tumor ter compostos orgânicos voláteis distintos.

 

Este método poderia ser muito eficaz, pelo menos para o cancro. Agora, resta saber se as formigas conseguem detetar outras doenças, como os cães.

 

Originalmente Publicado por: Planeta   ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados